10/09/2009

A Minha História de amor - Cap - 3





* Eu tô sem a minima inspiração, só vou escrever mesmo porque quero terminar isso logo, e por quem gosta de ler :} tô com uns problemas ae, afinal quem não tem? coisas bobas que ficam na minha mente e insistem em permanecer, e que fazem eu me comportar de uma maneira totalmente idiota e confusa. e segue a vida...

_

Não sei se te espero ou vou te buscar
Por favor, me responda. Me conte aonde está
Eu quero uma chance pra te dizer
Que o amor já chegou e está procurando você

Eu sei que as coisas não vão tão bem
Espero o momento que nos convém
Pra amar, pra amar, pra te amar.


Continua...


...Artur já entendia o que ele realmente queria , ele queria de alguma forma ver aquela menina novamente, mais ele nem sabia o pra que, o que ia dizer, o que teria que acontecer, pensou em esqueçer isso deixar pra traz, a essa altura depois do acontecido a menina poderia muito bem estar em outra ter esqueçido rapidamente aquele ' abusador de garotinhas inofensivas'.

Ele ligou pra ela...
mais não teve a coragem si quer de abrir a boca e falar alguma coisa util..
deixou ela do outro lado a pensar que a ligação estivesse caido.

Ele procurou ela na internet...
mais não teve coragem de adicionar e nem nada.

- Que menino patetico! Ele nunca tinha si comportado assim, nunca! sempre foi o menino que enfrentava tudo e todos, falava o que queria, não tinha vergonha de nada , nunca! talvez o nunca tivesse chegado no fim, porque ele si sentia triste, solitario, não era mais o Artur seco de antes, de alguma forma ele estava quase pra conheçer algumas das maravilhas de se estar vivo.

-Ele tentava si esconder em outras pessoas, tentava entender o que estava lhe acontecendo, porque a vida de uma certa forma era diferente pra ele agora? porque ele sentia falta de alguem, ele queria esqueçer, mais no fundo ele sabia que estava realmente gostando da 'Tal' menina, O amor e realmente muito imprevisivel, no começo e tudo lindo e perfeito, com o tempo você começa a sentir raiva da pessoa, raiva de porque fazer sofrer quem tanto te ama, de porque a distância existia, de porque ele tivera si comportado de maneira tão errada naquele dia, se tivesse sido um bom garoto, no momento estivesse feliz com ela, o arrependimento o afogava,a saudade doia, saudades de que? de um beijo que não aconteceu? Chegou até pensar que fosse a maturidade que estive chegando, antes fosse.

- Quando si fica realmente 'apaixonado' você começa a pensar no seu passado, nas coisas erradas que fez, o porque estava ali triste e sem um motivo pra ser mais feliz,começa a pensar ' onde foi que eu errei? o que eu fiz da minha humilde e pouca vida existente na terra?
..Artur antes pensava... ' eu sou egoista eu quero que os outros vivam no meu mundo, enquanto os deles que si exploda' e hoje sentia nojo do seu passado medilcre, das tantas coisas que poderia ter feito certo.. Poxa mais ele tinha 15 anos? era novo por fora, totalmente velho por dento... mais diferente dum idoso que tem sabedoria e muitas experiencias, Artur não tinha nada ainda era um " explorador do desconheçido''
Sua mãe ja notava que Artur não era o mesmo , que estava diferente, não saia muito, não falava muito, ficava a maior parte do tempo no quarto, pensando... e pensando,estava faltando aula,ela percebia que seu filho, talvéz estivesse arrependido das rebeldias cometidas tempos antes. Isso não era só amor, isso era a dor de ver que tinha sido um apessoa mal pra quem queria o seu bem.

Até que um dia não muito normal, Artur resolveu esqueçer suas 'expectativas frustadas' e viajou com seu pai, ele precisava disso, precisava de conversar com a pessoa que ele tinha certeza que o amava " Seu pai'' aquele sim estava ali pra quando ele precisasse, si ele caisse tinha a certeza que ele ia subi-lo de volta, era seu pai, e apesar dos erros e desobediencias cometidas, seu pai não era rancoroso e nem ofensivo, era o melhor pai do mundo, o que si pode chamar de melhor amigo.Ele parecia saber o que Artur seu filho estava pensando, oque estava sentindo, sempre vinha uma frase confortante, uma palavra de alguem que parecia ter estado um dia naquela mesma situação sem caminhos, sem direção... conselhos do tipo ' não tome dogras' 'não si torne um alcoolatra novamente' sim novamente... coisas que Artur si sentia feliz em ouvir, tinha alguem ali que o queria bem e só isso bastava.

Conversas vai e vem...
Artur já mais poderia ter imaginado de que seu pai fosse amigo do pai da tal menina...
quando mechia na agenda do Dr.Paulo Effting seu pai, viu uma foto duma comemoração que não tinha ido da clinica em que seu pai trabalhava. La estava ela, a menina, era ela ,ele bem via, surpresa e parecia não acreditar no que estava vendo, era comedia,perguntou então ao pai quem era, ele logo disse:

- Thaís, filha do meio de Otavio que trabalha comigo, alias Otavio e eu somos amigos de infância..

- kkkkkkk... Artur sentiu um vontade imensa de rir, e foi o que fez, seu pai sem entender, apenas falava. - o que tem de engraçado na foto? hãn? ...
Em quanto dirigia a caminho de Campo Grande - MS , seu pai estava viajando a trabalho, Artur nem imaginava que estava quase perto de ver a menina, que por coincidencia estava viajando pra lá também...
____________________________________________________________________
Se isso e sorte ou destino eu não sei, só sei que a coisas na vida que tem que aconteçer, coisas que tem que existir, pra te ensinar a viver e a intender o porque você deve sobreviver .

____________________________________________________________________


Continua depois, achei que fosse terminar hoje, mais nem dá, tem muita coisa ainda, eu tô tentando fazer resumo, SAESAWA.
espero que pra quem le, de pra intender minha maneira de pensar e expressar.
e mais uma vez relevem a ortografia ¬¬, Algum professor(a) de português ae pra me socorrer? SEAWSWEA


Abracs :}

{ 10/06/09 | 3 meses }

15 comentários:

collectors of emotions disse...

Nossa, que lindo *-*
Coincidência do destino ? Não importa o que foi, importa é que aconteceu né.
primeira a comentar, lalala, revele isso, kk'
Entendo como você se sentiu, e como entendo.

Natália disse...

Importa é que todos entendam o que tu escreve e não a ortografia, é apenas um mero detalhe. beijos.

o amoor, aah o amoor...

isabella M. disse...

aaah guri,deixe a ortografica pra lá,odeio gramática rs.
bom..nao sei o que dizer,coincidência..sei lá..quando li pensei,wow..que legal. hahaha

tá uma gracinha..haha e sobre o capitulo da historia lá ,escreve lá. 'ronaldo' -n brinks, HASHIAUSHUAHSASIUAHSIUH

Jeniffer Yara disse...

Ah cara tá mara a história e a ortografia?! Bom eu nem percebi nada de errado, a história em si é mais interessante do que erros de ortografia né?! *.*

To te seguindo...Bjinhus...

Márcia Amaral disse...

omg, que lindo, na verdade , que perfeito, que blog perfeito ! ah, a música que você colocou aqui é boa também, pelo menos a primeira que eu estou ouvindo , ah, HUFA, to seguindo tmb, se der tempo, comenta no meu okay ? bjs

~*rafasonehara disse...

Que historia lindáaaaaaa *o*
como eu não tinha lido ne uma das três
li tudo agoraaaa
aháaa tá apaixonadinhoo mesmoo leru leruu :PP
ahh e eu ia pra Campo Grande ontem uaishuashiuash
beijooos
:*

Beatriz disse...

Guri, adorei tua história. Li tudo agora. [2] HDUAHDUAHUDHA, me fez refletir o último capitulo aê, milagre. (?) HDUAHDUHAUHDA. :B

- Suri * A menina sem cérebro * - disse...

Aêee tiivee paciênciia de ler tuudo isso ' =D

Owwnnn ! Tuudoo que eu tenho á diizer é que tá muiitoo fofo
e é o intestiino mell Q-rido '
digo, "É o destino meell Q-rido"


Beiijo Arthuur '

[ AHHH 'sorry' eu não consigo escrever seu nome sem o "H"]:P
ksasaoksaok ' espero que não se
importee =D '

Livi disse...

'own k fofo..
ameii teu bloggg
muito bom do começo ao fim..
vo te segui..
passa lá :http://teenlife-livi.blogspot.com/
bjo

Juliano disse...

Poxa se isso é sem inspiração, eu não sei o que é tê-la...

Abração Brother e boa semana !

Jéah! disse...

Legal o(s) post(s). História mais fofa, ela mostra como o amor pode mudar a gente né!
bjo grande! x**

collectors of emotions disse...

Quando você mais postar mais ? Eu acho que viciei, kk'

Aquela tal de brito disse...

a historia está linda
muito caprichada Parabens
:D

Fran disse...

Adorei seu blog :)
"Não sei se te espero ou vou te buscar"
Ameei essa parte do poema [ou música] :)

Beeijos moço!

Maria Beatriz disse...

ooooooooown eu cada dia mais me apaixono com essa sua história .a história de vses, qer dizer né :D hehe adorei sua descrição de vse se apaixonando. parece aqeles filmes qe são narrados, sabe ? tipo, sei lá, juno. não lembro se juno é narrado. Já viu pushing daisies ? pushing daisies é narrado . isso não vem ao caso . Não deixe de postar !
:*